"Percorri toda essa trajetória e até agora não cheguei a lugar algum.
Sim, acredite, eu mudei muito. Descobri dentro de mim mesma, uma pessoa muito paciente, muito esperançosa muito corajosa, muito guerreira. Mas chega um ponto que as forças acabam, o corpo pede descanso e a mente já não funciona.
Meu coração já não aguenta mais bater, as lágrimas já não chegam aos meus olhos, e minhas pernas não sustentam mais o meu corpo. Isso tudo porque aquela mensagem de "eu te amo" não chegou aos meus ouvidos, esse tempo todo. "
Anne Martins

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Carta à um amor antigo.


Estava olhando suas fotos, senti saudades, como se eu não te visse há anos ( literalmente falando).

Lembrei de tudo o que eu já passei até agora, e pensei que não merecia passar por tudo de novo, chorar tudo de novo, viver tudo aquilo que eu vivi ( calada ) de novo.

Pensei em pegar o telefone e te ligar, pra dizer um "oi"..mas não, não valeria à pena, monólogos só são bem aceitos quando em cima de um palco, por telefone..não cái bem, não apenas por isso...pensei que tudo poderia estar do mesmo jeito, embora de minha parte TUDO tenha mudado, as coisas aí talvez possam estar do mesmo jeito e como antes você não me atenderia. Mandaria dizer que não estava em casa, ou quem sabe mandaria dizer que não podia falar, tava no banho...qualquer uma dessas desculpas que usamos quando não queremos atender o telefone.
Li e reli todas as coisas que te mandei, foram muitas, uma a cada dia, as vezes mais de uma por dia, senti saudade de escrevê-las também... foram as palavras mais sinceras que eu já escrevi na minha vida.

Foram tantas maneiras de passar uma única mensagem, coisa que três palavras eram suficientes.

Sabe o que me deixa triste? Nada daquilo tudo que eu escrevi, nada de tudo o que eu falei ou tentei fazer, NADA entrou em você para formar um mínimo sentimento, que seja um pouquinho de amor, um pouquinho de carinho. Sei que negará isso, assim como sei que nada fará isso mudar, já aceitei isso, por isso desisti..me afastei, sumi.

Estaria mentindo se te dissesse que não te amo mais, as coisas não são assim, um sentimento como esse não acaba em coisa de duas semanas.

Mas tudo mudou, você não é mais a minha vida como era antes, você apenas faz parte dela. Antes eu vivia em sua função, tudo na minha vida girava ao seu redor, em torno dos seus sentimentos, do seu humor, dos seus acontecimentos, vivia para te ver viver, com se eu fosse seu anjo da guarda. Hoje não, hoje me basta saber que você está feliz. Toquei meu barco, comecei à viver por mim, de novo, comecei à viver minha própria vida.

Te digo que fui burra ao te dizer que sabia tudo. Que nada...não sei nada, não conheço nada. Hoje, sinceramente te digo, não sei absolutamente nada sobre você. Não sei se está verdadeiramente feliz, não sei O QUE te faz feliz, o que você quer, QUEM você quer, o que você faz, o que você fará. A única coisa que eu sei é onde te encontrar, mas por mais que a saudade seja grande e doa demais, não irei ao seu encontro.

Não posso continuar na ilusão de pensar que ganhei uma grande amizade, sejamos concretos... Amizade é um sentimento que só é verdadeiro quando é recíproco, quando é sentimento de apenas uma parte...vira amor platônico, carinho anônimo.

Não me arrependo de nada, nenhuma palavra...apenas de uma ação não feliz..e te peço desculpa por ela, foi muito imaturo de minha parte.

Te digo, como já havia dito, que aqui você encontrará sempre um sentimento verdadeiro, uma pessoa pra te apoiar e te ajudar a qualquer momento.


Agora basta dizer que eu te amo, e já te disse antes..

"Sentimento verdadeiro não acaba, apenas enfraquece."





(...)





Seja Feliz.

Nenhum comentário: